Novos Artigos
Loading...

Hipermaníaca Sexual. Desejo De Sexo Sem Limite

VÍDEO DO DIA
"PARÓDIA REDUBLAGEM DO DEADPOOL - EXCELENTE"

 Donna Glover, hipermaniaca sexual

Navegando na internet , achei esse relato muito curioso no site inglês News Of The World. Primeiro que nunca tinha ouvido falar desse problema, depois a gente fica imaginando se é realmente verdade. Leiam e tire suas conclusões, eu tentei ser o mais fiel possivel a tradução, pode haver alguns erros, mas o teor não muda muito.
Donna Glover tem uma rara doença que está arruinando sua vida. Ela sofre de um desejo insaciável que a leva a abordar homens estranhos, destrói relacionamentos e forçou -a a desistir do trabalho.
Divorciada, Donna revelou: "Quando eu tenho esses impetos de desejo de sexo, tudo o eu quero fazer é ter relações sexuais. Não importa onde eu estou, com quem seja ou que conseqüências terão . Eu apenas tenho que fazer e pronto.
"É um desejo irresistível. Eu não consigo controlar. E isso me torna uma predadora sexual e eu tenho que satisfazer meu desejo o mais rápido possivel, e isso significa com qualquer homem, mesmo um desconhecido total."
Donna tem 40 anos, e diz ter esses sintomas desde a sua adolescencia. Mas só recentemente foi diagnosticado como Síndrome de Kleine-Levine (KLS), também conhecida como Síndrome da Bela Adormecida, uma doença tão rara, que apenas uma pessoa em seis milhões tem os sintomas.
"Na internet visito salas de chat para homens com apenas um propósito," ela confessou. "Isso me serve muito bem. Nós temos uma reunião e dentro de uma ou duas horas já estamos fazendo sexo, seja em sua casa , em hotéis e até em carros. O local não importa. Minha única preocupação era a minha necessidade sexual.

 Donna postava fotos sensuais na internet, para achar parceiros

"Uma vez eu estava no supermercado fazendo minhas compras semanais , quando um homem fez contato visual e eu mesma tomei a iniciativa de aproximar."Em poucos minutos estávamos a caminho de um parque local e começamos a rasgar as roupas um do outro. Foi muito rápido e quando peguei as minhas coisas de volta, ele me deu seu número de telefone em um pedaço de papel. Quando saí do parque eu joguei o papel em uma lata de lixo. O que eu precisava, já tinha conseguido. Ele só serviu naquele momento.
"Eu provavelmente já mantive relações com mais de 150 homens dessa maneira, apesar ter sido casada por cinco anos, nunca enganava meu marido, apenas satisfazia meus ímpetos sexuais.
Donna acrescentou: "Quando terminava de ter relações eu não podia acreditar no que eu acabara de fazer. Normalmente eu sou uma pessoa tímida , reservada e fiel. A maioria dos meus familiares não falam comigo agora".
"Depois do ato fico com vergonha do que fiz. Mas eu não tenho controle sobre isso. Lembro-me de ser muito consciente na minha adolescência. Eu passava por períodos de pensar em sexo constantemente, rabiscava posições sexuais em meus cadernos e imaginava fantasias. Durante esse tempo eu também chegava a dormir até 20 horas por dia. Quando acordada eu sentia como se estivesse tonta ou bêbada, perdia todas as minhas inibições e queria ter relações sexuais o dia todo. O meu primeiro namorado adorou. Mas depois de um tempo, eu já era demais para ele".
Foi só no ano passado que em desespero, Donna encontrou um médico que diagnosticou que seus sintomas- sono excessivo, alterações comportamentais e hipersexualidade - como sendo a doença KLS .
Agora, Donna conhece os sinais e tenta evitar os sintomas- ela remove a bateria de seu telefone, mantem-se fora da internet e permanece no interior.
"Se tenho que sair, eu mantenho minha cabeça baixa e não faço contato visual com os homens ", disse ela. "Eu fui ao inferno com essa doença. Mas agora pelo menos eu tenho a chance de explicá-lo para um parceiro em potencial.
"Algumas pessoas pensam que é apenas uma desculpa para o comportamento promíscuo, mas é uma doença. "
A Sindrome do mistério
Pelo Dr. Hilary Jones
"A característica mais evidente da Síndrome de Kleine-Levine é o sono excessivo, até 18 horas por dia . Mas o comportamento alterado contrastando com o que a pessoa é, torna a vida tão terrível para os doentes.
Os pacientes têm compulsões alimentares graves e quase metade deles se tornam excessivamente promíscuo. Já ouvi falar de doentes que se relacionavam com até sete parceiros diferentes por dia.
Os homens com essa condição, muitas vezes acabam enfrentando acusações criminais. A condição - provavelmente devido a um desequilíbrio de substâncias químicas do cérebro - geralmente desaparece como surge, repentinamente. O tratamento com drogas como anfetaminas e lítio às vezes ajuda . Felizmente a doença é muito, muito rara.


VISITE NOSSO MELHOR PARCEIRO